Bruxismo em Vigília e a Perda Dentária Progressiva

Um estudo publicado na revista PLoS One demonstrou que o bruxismo em vigília pode estar relacionado com a perda dental progressiva. Os autores também defenderam que a medição dos movimentos parafuncionais diurnos poderia ser utilizada como prognóstico da estabilidade do sistema estomatognático.

Durante o estudo, os pesquisadores analisaram três grupos de pacientes, onde um desses grupos era composto apenas de pacientes com perda dental. Nos três grupos foram feitas análises dos sinais eletromiográficos, enquanto os pacientes estavam acordados e dormindo. Foi percebido que o grupo de pacientes com perda dentária realizou maior atividade com os músculos mastigatórios durante o dia, em comparação com os demais grupos. Esses resultados evidenciam uma ligação entre o bruxismo de vigília e a perda dental progressiva.

A pesquisa completa pode ser encontrada aqui (em inglês).

Nesse tipo de caso, o biofeedback pode ser recomendado por ser uma técnica de relaxamento que ensina o paciente a reduzir a tensão muscular, proporcionando maior controle sobre os músculos e reduzindo a quantidade de movimentos da mandíbula.

A neuroUP tem a missão de tornar a neurotecnologia acessível para todas as pessoas, permitindo que conhecimentos científicos avançados sejam oferecidos na forma de soluções de simples utilização, com segurança e com custos reduzidos. Não nos conhece ainda? Conheça nossos serviços:

Conheça a certificação →

Comentários