A necessidade de uma alimentação adequada para pacientes pós AVC | João Cecato

A necessidade de uma alimentação adequada para pacientes pós AVC | João Cecato

Olá, me chamo João Paulo, Nutricionista, especialista em prevenção do AVC e reabilitação neuro motora e cognitiva Pós AVC. Na minha história de vida tive 2 AVCs isquêmicos e posteriormente, já apaixonado pela nutrição, me aprofundei na área. Hoje, me sinto feliz em poder colaborar através dos meus conhecimentos na orientação nutricional à pacientes avecistas.

Uma das maiores dúvidas é sobre o que comer e quanto comer após o AVC. É muito comum a falta de informação, até mesmo porque a alimentação é um hábito muito particular e cultural, onde cada pessoa dará valores diferentes. Então vamos lá!

Alimentação no pós AVC

Quando acontece o AVC, o organismo demanda uma alimentação mais equilibrada e individualizada, além da suplementação de vitaminas, minerais e outros. Quando digo equilibrada, logo todos pensam que será alimentos caros que fogem do custo familiar. É ao contrário, a alimentação se torna mais acessível financeiramente, porque devemos dar prioridade a alimentos mais naturais, incluindo vegetais, frutas e grãos integrais.

A alimentação fará reparos neurológicos, isso porque é através da alimentação que você garante nutrientes importantes no corpo, como proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais. Nesse reparo neurológico, a alimentação precisa ser orientada, com adequação de quantidades e variedades que somente o Nutricionista atuante na área, saberá tomar as melhores decisões. 

➡ Só lembrando que essa alimentação é individual e nunca deverá ser copiada de outras pessoas!

Quando temos um paciente sem orientação profissional, as chances de emagrecer e perder massa magra é de 60%. Essa musculatura mantém a força e equilíbrio no processo de recuperação durante a fisioterapia, com a perda da massa muscular os resultados serão menores e as frustações maiores.

“Quando eu tive AVC, há 18 anos atrás, não tinha tanta informação como hoje, e agora sabemos com clareza que a alimentação é a base dessa recuperação”.

Outro ponto importante é que um plano alimentar orientado manterá a saúde intestinal que possui relação direta na recuperação do paciente pós AVC. Também, prevenirá a depressão, pois alguns alimentos conseguem nutrir o cérebro, através de substâncias adequadas. Você sabia?

Independente do grau da lesão ou quando ocorreu o AVC, você deve buscar orientação profissional. Sempre há tempo para a recuperação, como mostram diversos estudos científicos.
Porém, só com o organismo muito bem alimentado, que suas chances realmente serão maiores.

Até o próximo Post!

Olá, me chamo João Paulo, Nutricionista, especialista em prevenção do AVC e reabilitação neuro motora e cognitiva Pós AVC. Na minha história de vida tive 2 AVCs isquêmicos e posteriormente, já apaixonado pela nutrição, me aprofundei na área. Hoje, me sinto feliz em poder colaborar através dos meus conhecimentos na orientação nutricional à pacientes avecistas.

:telephone_receiver:Telefone/WhatsApp: (27) 99791-8100  :envelope_with_arrow: E-mail: incc.atendimento@gmail.com

Treinamento neuromuscular guiado por Biofeedback

Deixe uma resposta