Qual a resposta dos músculos a “La casa de papel”? Relação entre Bruxismo de vigília e a concentração

.

O bruxismo de vigília é um comportamento caracterizado pelo excesso de atividade dos músculos mastigatórios, enquanto a pessoa está acordada.

Essas estruturas são ativadas quando apertamos os nossos dentes, movimentamos a boca ou quando estamos com a mandíbula tensa ou rígida (mesmo sem o contato dos dentes).

Na prática, o Bruxismo de Vigília não é uma doença ou disfunção, portanto muitas pessoas apresentam esse hábito durante a vida e sem repercussões negativas ou sintomas clínicos. Porém, em muitas pessoas, o excesso dessa atividade é um fator chave para o desenvolvimento de dores orofaciais, como a Disfunção Temporomandibular muscular (DTM muscular).

Figura 1. Músculos mastigatórios. Posição dos músculos Masseter e porção anterior do Temporal.

Mas, o que leva uma pessoa a utilizar esses músculos de forma exagerada, durante o dia? Além do estresse (💡 veja a publicação O cérebro com Bruxismo – Ênfase no estresse) , a concentração em atividades também faz com que ativemos os músculos mastigatórios, como uma resposta à ativação do Sistema nervoso autônomo (resposta simpática).

Qual será a resposta do nosso corpo ao assistir a série "La Casa de Papel"?

Para analisar os efeitos da concentração na atividade dos músculos mastigatórios, realizamos um teste com o nosso dispositivo portátil de Biofeedback, o Myobox. Esse equipamento realiza a medição da atividade dos músculos superficiais.

Nesse caso, ele foi posicionado na porção anterior do músculo temporal do nosso participante (músculo mastigatório).

Em seguida, ele assistiu ao último episódio da terceira temporada de La Casa de Papel (Netflix, 2019). Série que acompanha regularmente.

Prometo que não daremos spoilers, mas esse episódio é composto por várias cenas de ação e possui uma cadência que deixa a pessoa em elevado estado de alerta e de engajamento, despertando, portanto emoções de elevado “arousal“. 

30 minutos após o final do episódio, nós realizamos uma nova medição, mas desta vez sem fornecer nenhum tipo de estímulo. O participante ficou em repouso e com os olhos abertos, durante 20 minutos.

Os dados coletados foram enviados para o neuroUP Database, serviço nuvem que realiza a análise estatística de sessões de Biofeedback.

Os resultados desse teste apontam que a potência elétrica do participante foi elevada durante a observação do episódio, se comparado ao período de repouso (Figura 2).

Figura 2. Resultado do teste. Note que a atividade muscular do participante foi aumentada durante o episódio final da série, se comparado ao período de repouso.

Isso mostra que, apesar do participante não estar realizando uma tarefa funcional com os músculos mastigatórios, existe um aumento da atividade dessas estruturas nesses momentos de elevada concentração.

Portanto, a medição da atividade elétrica dos músculos tem o potencial para analisar o nível de engajamento das pessoas a estímulos audiovisuais de entretenimento. Por esse motivo, essa técnica também é utilizada em pesquisas de Neuromarketing

Como eu posso aprender a relaxar?

Relaxar os músculos é uma tarefa mais difícil do que se imagina. Mas, nós podemos ter consciência e controle sobre o nosso corpo se realizarmos o treinamento correto. Uma forma de adquirir a habilidade de controle sobre o funcionamento do próprio corpo é chamado de Biofeedback muscular (💡 Leia mais: Seja um certificado em Biofeedback). 

Essa técnica de treinamento utiliza equipamentos para medir o nível de tensão dos músculos e aplicativos para celular que apresentam essa atividade através de jogos e estímulos audiovisuais. Dessa forma, a pessoa treinada irá desenvolver novas habilidades para atingir o relaxamento avançado voluntariamente (💡 Leia mais: 03 Habilidades desenvolvidas com o Biofeedback).

Ubirakitan Maciel 

Diretor científico da neuroUP

Mestre em Neurociências pela UFPE

contato@neuroup.com.br

 

Contato





💡 Leia mais: