E-book: Controle sua dor de cabeça

 

Dor de cabeça crônica

 

A dor de cabeça, também conhecida como cefaleia, é um sintoma que pode acontecer com todas as pessoas, independente de idade, classe social ou gênero. Estima-se que 90% da população mundial já sentiu ou irá sentir dor de cabeça pelo menos uma vez na vida.

Na maioria dos casos, essa dor tende a passar naturalmente, sem a necessidade de tratamentos ou de maiores preocupações. O problema acontece quando essa dor passa a ser recorrente e a atrapalhar as suas atividades diárias. 

Fique atento quando começar a ter problemas na vida profissional, no lazer, no estudos e nos relacionamentos.Além disso, fique alerta se estiver tomando mais de um analgésico por semana.

 

Se você estiver sem tempo para ler agora

Preparamos um e-book

 

Essa dor passa a ser considerada crônica quando acontece em mais de 15 dias por mês, por pelo menos 3 meses.  Nesses casos, é fundamental procurar um profissional de saúde habilitado.

 

Qualidade de vida deve ser a sua prioridade! Viva sem dor com a orientação de especialistas

Quais os tipos de dor de cabeça?

 

dor de cabeçaVários fatores podem levar ao aparecimento das cefaleias. A principal é o excesso de tensão dos músculos ao redor da cabeça, a chamada Cefaleia tensional. Essa situação é responsável por mais de 80% dos casos de dor de cabeça crônicas.

Esse desconforto é sentido na forma de aperto ou pressão, ao redor da cabeça, na nuca e/ ou no pescoço.

DTM e dor nos músculos mastigatórios

Essa sensação também pode ser localizada nos músculos da mastigação, podendo desencadear a chamada Disfunção temporomandibular (DTM) do tipo muscular.

Além das dores tensionais, outro tipo frequente é a Enxaqueca. Os principais sintomas são: dor pulsátil em um dos lados da cabeça, náuseas, enjoo e sensibilidade a sons e a cheiros fortes.

 

Além disso, a mesma pessoa também sentir mais de um tipo de dor. Esses episódios podem acontecer ao mesmo tempo ou em dias alternados.

 

Dor nos músculos da cabeça?

 

Bruxismo da vigília e dor muscualrO estresse, a ansiedade e o excesso de concentração em atividades do dia-a-dia são os principais motivos que levam às dores musculares. Esses fatores ativam reações no nosso corpo e causam o aumento da contração dos nossos músculos.

 

Se você estiver sem tempo para ler agora

Preparamos um e-book

 

Na maioria das vezes, nem nós mesmos notamos esse aumento da tensão. Em períodos como esses, a nossa tendência é de apertar os dentes e franzir a testa.

Dor muscular

Além disso, tendemos a contrair os músculos do pescoço e a levantar os ombros, na medida que a respiração se torna mais rápida e irregular.  Esse pequeno aumento na ativação dos músculos passa a ser um problema quando acontece por várias horas por dia, por vários dias seguidos.

Os músculos ficam sobrecarregados, ocorrem microlesões e a dor surge como uma forma do corpo te sinalizar que algo está errado.

 

Portanto, a dica é desencostar os dentes, sempre que não estiver falando ou se alimentando

 

E quais são as consequências?

 

Consequências da dor muscularPessoas com dor muscular crônica tendem a tomar medicamentos de forma abusiva e sem acompanhamento de um profissional de saúde.

O problema é que os analgésicos e anti-inflamatórios agem apenas nos sintomas, portanto esse alívio é momentâneo e não resolve a causa do problema.

E ainda pior, o uso excessivo de medicamentos pode causar o aumento da sua própria dor, o chamado efeito rebote.

Efeito rebote na dor

Por mais paradoxal que possa parecer, o uso não controlado de remédios para dor pode aumentar a intensidade da dor, já que o corpo se acostuma com o uso constante dessa substância.

É importante entendemos que a causa da dor costumar ser os nossos hábitos e posturas involuntárias. Dessa forma, a chave para o controle das dores musculares está na mudança de comportamentos.

 

Mas, a boa notícia, é que nós somos capazes de controlar esses hábitos, através do treinamento correto

Bioefedback no tratamento da dor

 

Como controlar as dores musculares?

 

Controle da dor muscular

Imagina se você fosse capaz de controlar a sua própria dor, sempre que necessário e em qualquer lugar? Essa capacidade pode ser aprendida através da técnica de Biofeedback muscular.

Esse treinamento já é realidade nos principais hospitais e centros de referência de países desenvolvidos.

 

Se você estiver sem tempo para ler agora

Preparamos um e-book

 

NeuroUP no BrasilNo Brasil, essa técnica já é acessível em mais de 20 estados, em capitais e cidades menores.  O Biofeedback é um treinamento que te ensina a reduzir a tensão dos seus músculos de forma avançada.

Com essa técnica, você irá aprender uma nova habilidade. Você será capaz de relaxar os seus músculos, em questão de minutos e, com isso, ter controle sobre a sua dor.

 

Esse aprendizado poderá ser aplicado em casa, no trabalho, ou em qualquer momento que seja necessário

Encontre um especialista em Biofeedback

 

Como funciona o Biofeedback?

 

Biofeedback é uma técnica seguraAntes de começar o treinamento, o profissional de saúde especialista em Biofeedback irá analisar a sua história e irá realizar exames físicos.

Em seguida, irá utilizar o equipamento de biofeedback para medir a atividades dos seus músculos, durante aproximadamente dez minutos. Esse procedimento é seguro, não causa dor, não é invasivo (sem agulhas, injeções) e não apresenta efeitos colaterais ou choques.

Equipamento de Biofeedback muscularO equipamento funciona como um sensor e é posicionado ao redor da cabeça, através de uma faixa elástica.

O sensor funciona de forma semelhante a um “microfone” e tem a função de captar as informações dos seus músculos. Esses dados serão processados através de algoritmos avançados e o profissional irá receber um relatório com uma análise completa do seu padrão de atividade muscular.

 

Em seguida, profissional irá te direcionar para o treinamento muscular com o Biofeedback

 

Relaxamento muscular avançado

 

Jogo de biofeedback muscular

O aprendizado é realizado com o auxílio de um jogo digital que irá te ensinar estratégias efetivas de relaxamento. Em tempo real, você irá receber feedbacks visuais e auditivos sobre o seu nível de contração (captado através do equipamento)

Dessa forma, você irá aprender exatamente quais são as posturas e comportamentos que fazem os seus músculos reduzirem a ativação.

relaxamento muscular em casaO jogo do Biofeedback é controlado diretamente pelo nível de tensão dos seus músculos. Com isso, você irá aprender uma nova habilidade e levará esse conhecimento para toda a sua vida.

O treino com o Biofeedback poderá ser realizado nos consultórios de especialistas e você poderá complementar o aprendizado em casa, através do treinamento por aplicativos de celular.

 

Durante o treinamento, você irá aprender a relaxar os músculos tensos, o que irá causar um alívio gradual dos sintomas.

 

Benefícios no curto e longo prazo

 

No final do treinamento, você será capaz de realizar o relaxamento muscular avançado, sempre que precisar. Os efeitos do biofeedback podem durar por anos, já que você terá aprendido uma nova habilidade de controle dos músculos.

A tendência é que a frequência e intensidade das suas crises reduza, de forma significativa.

Redução da dorAlém disso, espera-se uma redução importante na necessidade de tomar medicamentos, melhora na qualidade do sono, redução do estresse e melhora no humor.

Aprender a controlar a sua dor deve ser considerado um investimento no seu bem-estar e na qualidade de vida. A dor afeta diversos aspectos do nosso dia-a-dia, portanto não deve ser ignorada.

 

Aprenda a controlar a sua dor com o Biofeedback. Encontre um especialista:

Encontre um especialista em biofeedback

 

 

Ubirakitan Maciel

Diretor científico da neuroUP

Mestre em Neurociências pela UFPE

contato@neuroup.com.br

Comentários